sábado, 21 de junho de 2008

***


O tamanho do teu nome
Quase já não se nota
Na estrada onde caminhas

Já não sei onde mora
A cor do sol

Pela estrada onde caminhas
As curvas entornam-nos
Sucessivamente


(inédito)
Daniel Faria

1 comentário:

Mïr disse...

Caminho da Sabedoria e do Equilibrio.