terça-feira, 2 de agosto de 2011

a santa ceia




A mesa sempre farta
e a casa muito cheia.
O eterno ritual da santa ceia,
regado de luxúria e de prazer.
E eu, sem trono e sem coroa de rainha,
Reinando, absoluta, na cozinha.
Enquanto eles se matam de comer.




Kátia Drummond


1 comentário:

MIRZE disse...

MARAVILHOSO!

Pura realidade!

Beijos

Mirze