terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O MEU PAÍS FICA AQUI



 Reza a Deus  quando está só  
 E a Maria na multidão

 O  meu país fica aqui
 È velho como uma  espada
 Pequeno como  altar  de troca   
  

O  meu  país  serve a demência
Com paciência  bovina
Fica  aqui  ao pé  do mar


Chora  com um trevo  na mão
 A  busca  da  sorte
 A  ciência  da escuridão


 O  meu pais fica aqui
 Onde  o vizinho  morto
 Dá  dois rostos  de  televisão  

José Ribeiro Marto
in http://vaandando.blogspot.com/

Sem comentários: