quarta-feira, 29 de abril de 2009

as quantidades de tempo



As quantidades de tempo
situam as quantidades de sons.
Oiço-os para lá da morte.

A música eleva-se
de um poço de silêncio;
é lavoura de ar
em tímpanos de fogo

e isso entrou em mim.
E agora a música é o meu pensamento


António Gamoneda


1 comentário:

Maria Costa disse...

Tudo é som... e que bem escrito o diz o espanhol António Gamoneda.