quinta-feira, 10 de julho de 2008

na página



mas o amor continua pela hora da morte...
ouve,
eu tenho uma lua nova,
dobro-a com os dedos,
na página.
o mar apagou-se não sei porquê!
e os sinos ousam no deserto, nada sabendo do coração ou do afago da pedra onde repousam.



mariagomes
23.out.2005


Sem comentários: